Google ofereceu US$ 300 milhões por empresa de hambúrguer vegano, diz site

O Google tentou adquirir a Impossible Foods, companhia americana que se dedica ao desenvolvimento de substitutos de carne e de queijo livres de ingredientes de origem animal, por entre US$ 200 milhões e US$ 300 milhões, segundo uma reportagem publicada pelo site The Information.

O site diz ter ouvido duas pessoas “com conhecimento da negociação” que foram mantidas em anonimato. A empresa sediada em Redwood City, Califórnia, e chefiada pelo ex-pesquisador em bioquímica na Universidade Stanford Patrick Brown, teria recusado por considerar o valor baixo.

"Cheeseburguer" vegano da Impossible Foods (Divulgação)
“Cheeseburguer” vegano da Impossible Foods (Divulgação)

A empresa de internet, junto com o cofundador da Microsoft Bill Gates, já havia investido na Impossible Foods –a desenvolvedora do Android fez parte de uma rodada de US$ 75 milhões, revelou a start-up ao “Wall Street Journal” no ano passado.

Sergey Brin, cofundador do Google e um dos líderes da empresa, também é investidor do projeto Cultured Beef, originado na Universidade Maastricht (Holanda) e que usa uma técnica de replicação de células-tronco para criar um bife “in vitro”.

A Impossible Foods tem a pretensão de replicar de maneira idêntica queijo e carne por meio da análise molecular desses alimentos e extração de análogos –ou as próprias substâncias componentes– de plantas. A ideia é poupar o ambiente e a saúde de quem comerá os produtos, que devem chegar ao mercado no ano que vem.

Uma das façanhas da empresa até agora foi ter criado “sangue vegetal”, com substâncias tiradas de vegetais que também estão na hemoglobina, componente de glóbulos vermelhos animais que transportam oxigênio e que são parcialmente responsáveis pelo gosto e pelo cheiro da carne.

Outras empresas que se empenham em pesquisa laboratorial –mas já com produtos à venda nos EUA– são a Hampton Creek e seus ovos e maionese veganos; e a Beyond Meat, que faz tiras de “frango falso”.

(Originalmente publicado no domínio da Folha, em 31/07/2015)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s