Em vídeo, nutrólogo fala sobre o mal que o leite pode causar à saúde

Em uma participação no programa “Melhor pra Você”, da Rede TV!, já conhecida dos internautas veganos, o nutrólogo José Roberto Kater desconstrói o que considera mitos sobre a nutrição no café da manhã.

Sob olhares e constestações de estranhamento, o especialista fala sobre o mal que o leite de vaca pode fazer para a saúde de humanos –algo também já dito por artigos de especialistas como da Universidade Harvard–, mencionando o potencial alergênico dos compostos presentes no alimento.

“A constituição do leite é própria para aquele tipo de mamífero e não serve para outro”, disse. “O leite de vaca foi feito para bezerros. O equilíbrio de minerais dele não permite a boa absorção do cálcio, por exemplo.”

“Ele é rico em cálcio, tem quatro ou cinco vezes mais cálcio que o leite humano, mas tem pouco magnésio e, sem magnésio, o cálcio não se fixa no osso.”

“Tem fósforo demais, que compete com o cálcio, desloca o cálcio, tem proteína demais, torna o pH do sangue ácido por ter proteína demais. Quem ‘tampona’ isso são os rins, que usam cálcio tirado dos ossos para isso.”

Segundo o nutrólogo, a maior parte das enfermidades de crianças é causada por leite de vaca. Ou seja, o seu conselho serve tanto para adultos quanto para os mais novos.

Ele menciona os leites de coco, de arroz e amêndoas.

Os pesquisadores David S. Ludwig e Walter C. Willett, da Escola de Medicina da Universidade Harvard, escrevem no supracitado artigo:

Humanos não têm requerimento nutricional pelo leite de animais, que é em si uma adição evolucionária recente à dieta. Anatomicamente, humanos modernos presumivelmente alcançaram nutrição adequada milênios antes da domesticação de animais leiteiros.

Muitas populações do mundo consomem quase nenhum ou nenhum leite por razões biológicas (deficiência de lactase [a enzima responsável pela digestão da lactose]), indisponibilidade ou preferências culturais.

Cálcio adequado para a saúde dos ossos, frequentemente citado como uma das razões principais para a adiministração de grandes quantidades de leite, pode ser obtido a partir de muitas outras fontes.

(…)

Ao redor do mundo, a taxa de fraturas tende a ser menor nos países que não consomem leite quando comparada à dos que o fazem. Além disso, o consumo do leite nào protege contra fraturas em adultos, segundo análise recente.

(Originalmente publicado no domínio da Folha, em 08/12/2015)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s